Cuidados com a saúde

Incontinência

A perda involuntária da urina e das fezes é um dos problemas mais significantes para muitos idosos, conhecido como “incontinência urinária e/ou fecal”. Embora a perda urinária seja mais freqüente que a fecal, muitas vezes ambas podem ocorrer ao mesmo tempo.

Assistência aos idosos com capacidade de controle urinário

Os objetivos da assistência aos idosos é promover a continência, prevenir a incontinência e melhorar a condição dos incontinentes. A assistência pode ser dada em cinco etapas:

Uso de medicamentos

São geralmente usados com outros tratamentos. Assim, deve-se instruir o idoso quanto a horários de administrar medicamentos, quantidades e vias de aplicação; alertando o idoso e os familiares, deve-se registrar mudanças de pressão arterial, do estado mental e de outros fatos ocorridos para comunicar à enfermeira ou ao médico.

Ações educativas

As ações educativas estão relacionadas com o tipo de incontinência, e podem ser desenvolvidas pelo cuidador com orientação da enfermeira. Entre essas ações educativas, destacam-se:
Exercícios de Kegel: utilizados na incontinência de “estresse e urge”. Por meio deles a pessoa idosa contrai os músculos do períneo por três segundos enquanto mantém os músculos do abdômen relaxados.
Treinamento da bexiga e do hábito miccional: envolve o ato de urinar em horários predeterminados, com o objetivo de evitar a incontinência.  Sugere-se oferecer ao idoso líquidos adequados às suas necessidades; verificar a forma mais adequada para fazer a higiene; programar um horário para urinar e anotar os horários em que ocorre a incontinência.

Cateterização

A cateterização é um dos tratamentos mais controvertidos no combate à incontinência urinária.

Aspecto psicossocial

O cuidador deve estimular o idoso à participar de várias atividades que evitem a depressão e o isolamento.

Atuação ambiental

É importante o ambiente em que o idoso vive, pois este pode facilitar ou dificultar a caminhada para o banheiro, ou então considerar o uso de papagaios e/ou comadres.

Assistência aos idosos incontinentes que não possuem o controle urinário

Os idosos incontinentes que perderam o controle urinário são os que apresentam distúrbios como demência, acidente vascular cerebral, paciente sob efeito de drogas, e outros.

Incontinência fecal

Os cuidados necessários à pessoa idosa com incontinência fecal incluem:

Assegurar a privacidade da pessoa;

Providenciar a comadre ou levá-la até o vaso sanitário, deixando-a apenas o período necessário. Atender rapidamente ao chamado;

Observar as características das fezes em termos de quantidade, coloração, consistência e freqüência;

Observar a ocorrência de eliminação de gases pelo reto, pela boca e a presença de distensão abdominal;

Fazer a higienização, procedendo a lavagem externa com água morna e sabonete a fim de evitar a reinfestação de verminose e a Infecção do trato urinário;

Observar se existe vermelhidão ou prurido na região anal;

Estar atento para a ingestão hídrica e o tipo de alimentação;

Encorajá-la a evacuar logo após as refeições, dada a ocorrência do reflexo gastrocólico.

Contato

(19) 3826-3055
(19) 3876-5181
(19) 98287-6344
contato@bosquedosipes.com.br

Endereço

Rua Antônio Ferragut Neto, 231, Pinheirinho, Vinhedo/SP.

Horário de funcionamento

(Setor administrativo)
De segunda à sexta-feira, das 8 às 18 h.

Redes sociais

 

Todos os Direitos Reservados © Bosque dos Ipês

Desenvolvido por:

Open chat
Olá 👋 Precisa de ajuda?